Dicas

O QUE LEMOS: Cradle To Cradle – Criar e Reciclar Ilimitadamente

Do arquiteto William McDonough e do químico Michael Braungart, o livro é um manifesto que pede a transformação da indústria humana por meio da adoção de um design ecologicamente inteligente. O sistema industrial que hoje apenas toma, faz e joga fora, de acordo com eles pode se tornar um criador de bens e serviços que geram valor ecológico, social e econômico. Cradle To Cradle – Criar e Reciclar Ilimitadamente fala sobre mudar nossos sistemas de produção e consumo que não consideram o que acontece com o produto e seus materiais depois que o consumidor o utiliza. O título do livro significa “do berço ao berço”, pois propõe uma nova lógica com a qual pensamos nos produtos não mais do berço ao túmulo, mas do berço ao próximo berço, com produtos sendo reinseridos, depois de usados, na cadeia produtiva.

Apenas minimizar os danos não é bom o suficiente, é o que nos dizem os autores. O que eles propõem é que mudemos os nossos processos de design de modo que a reutilização e a inserção de materiais pós-consumo sejam elaboradas diretamente no processo de criação. Assim, no lugar de reduzir resíduos, podemos criar valor. 

Cradle To Cradle – Criar e Reciclar Ilimitadamente vai além da noção da reciclagem como etapa final em um fluxo de processo. O livro se baseia na seguinte ideia: resíduos, da maneira como os conhecemos, não precisam existir, pois podemos projetar nossas vidas e produtos em torno da consciência de que resíduos podem alimentar outros sistemas. 

O mundo natural fornece o modelo sugerido por McDonough e Braungart, já que o uso de nutrientes naturais, como energia solar e eólica, pode ser observado desde a vida de um inseto até a de uma cerejeira. A chave, então, é trabalhar junto e não contra esse modelo, respeitando a biodiversidade e a abundância do que está ao redor. Devemos começar nosso processo de design plenamente cientes da existência de uma coisa – que não deve nunca ser ignorada – chamada “resíduo”.  

Com um texto claro, simples e adequado para todos os níveis de conhecimento, o livro é direcionado para designers, engenheiros e formadores de opinião. Servindo como um guia para o desenvolvimento sustentável, desde o seu lançamento em 2002 o livro tem influenciado várias pessoas a repensarem os seus processos.